5 soluções sustentáveis para economizar em residências

Listamos algumas soluções sustentáveis que não demandam que você tenha que abrir mão do seu conforto.

Nos dias de hoje, precisamos adotar soluções sustentáveis em todas as áreas por diversos motivos, incluindo economia, qualidade de vida, saúde e preservação dos recursos naturais.

Aliás, essa postura se tornou um dever de toda sociedade, pois é preciso que as bases de uma educação ambiental e financeira sejam transmitidas às novas gerações, que correm o risco de viverem em um planeta com dificuldades de acesso a recursos antes abundantes.

Então, você pode começar essa mudança conhecendo 5 soluções sustentáveis para adotar em sua casa, que te ajudarão a economizar e a preservar o meio ambiente sem que seja preciso abrir mão do conforto. Vamos lá?

1. Energia solar fotovoltaica

Como no mundo moderno a base para o funcionamento de uma casa é a eletricidade, a energia solar fotovoltaica é uma das soluções sustentáveis que mais ajuda a economizar e a preservar o planeta.

Trata-se de uma tecnologia que capta a radiação do Sol nos painéis fotovoltaicos instalados no telhado e, por meio de um inversor, transforma essa energia eletromagnética em elétrica, para abastecer a residência.

De manutenção bem simples, o sistema fotovoltaico vem sendo cada vez mais utilizado em casas e apartamentos, pois além de ter uma grande vida útil (em torno de 25 anos em sua eficiência máxima), dependendo da capacidade de produção instalada você pode economizar até 95% em sua conta mensal.

Não é à toa que os custos de instalação do sistema vêm caindo nos últimos anos – como foi recentemente divulgado na mídia, o custo já caiu pela metade e a tendência é que diminua ainda mais.

2. Arquitetura bioclimática

Se você vai construir ou reformar a sua casa, então, vale a pena conhecer um pouco mais sobre o conceito de arquitetura bioclimática, pois é uma das soluções sustentáveis que também proporcionará economia.

O conceito de arquitetura bioclimática propõe construções que harmonizem completamente o ambiente interno e externo, incluindo técnicas que aproveitem melhor as condições climáticas da região e promovam o aumento da eficiência energética, além da redução do impacto da obra.

São quatro os pilares da arquitetura bioclimática:

  1. projeção de espaços saudáveis e que garantam qualidade de vida;
  2. aproveitamento dos recursos naturais para aumentar a eficiência energética;
  3. diminuição do desperdício e do lixo gerado durante a construção;
  4. uso de fontes renováveis de energia que não agridam o meio ambiente.

Na prática, pode-se adotar medidas, como:

  • o dimensionamento correto da quantidade de materiais na obra;
  • o aproveitamento da luz natural para reduzir custos com iluminação;
  • o uso da ventilação natural para reduzir custos com refrigeração;
  • a definição correta dos materiais para aumentar ou reduzir a carga térmica do edifício, sempre que necessário.

Sobre esse tema, existe um projeto do Ministério do Meio Ambiente (MMA) em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), cuja plataforma criada (Projetee) promove soluções inteligentes para arquitetos e engenheiros civis basearem seus projetos de forma sustentável e com eficiência energética. Vale a pena você mostrar ao seu arquiteto.

3. Reúso de água

O reúso de água é uma das soluções sustentáveis mais práticas que você pode adotar para começar a economizar rapidamente.

Trata-se apenas de você usar a água que é desperdiçada nos ralos da sua casa para outras tarefas. Alguns exemplos:

  • Utilize a água de torneiras e pias para a descarga em bacias sanitárias.
  • Colete a água do banho também para descargas, para lavar o próprio banheiro e as áreas externas (no mercado até existem coletores de água do chuveiro a preços bem acessíveis).
  • A água que sai da lavadora de roupas pode ser reutilizada direcionando o cano de despejo para um balde. Saiba que a cada ciclo de uma máquina de 5 kg, são gastos 145 litros de água, que pode ser utilizada na descarga, na lavagem do carro, da varanda e em outras atividades.

4. Aproveitamento de água de chuva

Coletar e armazenar água da chuva é uma das soluções sustentáveis mais urgentes e necessárias em tempos de longas estiagens no Brasil. Essa atitude te faz economizar e, ainda, se preparar para esses momentos.

O sistema a ser instalado é bem simples e você pode aproveitar essa água para diversas finalidades, tais como: limpeza da casa, na máquina de lavar roupas, na piscina (com até 1/3 do volume total) e na descarga dos vasos sanitários.

Neste post tem todos os detalhes que você precisa saber para montar esse sistema de aproveitamento de água da chuva em sua casa.

5. Aquecimento solar também é uma das soluções sustentáveis

O aquecimento solar também pode contribuir para a economia da sua conta de energia.

Esse sistema, também conhecido como energia térmica, consiste na instalação de placas coletoras no telhado, que absorvem a radiação solar e esquentam a água.

Dessa forma, você pode utilizar o aquecimento solar nos chuveiros da casa, que não necessitam mais da eletricidade para a água ficar quente, nas torneiras e, também para aquecer os ambientes e a piscina da casa.

Se você quer saber mais detalhes de como colocar essas soluções sustentáveis em prática, clique aqui e fale conosco! Até a próxima.

Carlos Bouhid
Diretor Administrativo da Dusol Engenharia Sustentável.

Compartilhe:

Posts Relacionados

Voltar ao topo