Blockchain e a energia solar: tecnologia a favor da descentralização

Estamos passando por muitas mudanças no setor de energia, principalmente no que tange a descentralização energética. Nesse cenário, fala-se muito sobre a relação entre Blockchain e a energia solar para o futuro da Geração Distribuída.

A partir da popularização das criptomoedas, a tecnologia utilizada por trás das transações digitais começou a ganhar destaque no mercado internacional. E com as propostas globais de descentralização da produção energética, cada vez mais ouvimos sobre a relação entre Blockchain e a energia solar.

Apenas para recapitulação, podemos considerar o Blockchain como um livro razão público (ou livro contábil) que realiza, de forma segura e imutável, os registros de transações de moedas digitais, sendo a mais popular delas o Bitcoin. Mas qual o papel dessa tecnologia na descentralização de energia? 

Simples: ela possibilita a independência do mercado de energia limpa a nível global. Ou seja, à medida que a sociedade deixa de usar combustíveis fósseis e começa a adotar as fontes renováveis, uma nova forma de compra e venda de energia precisa ser estabelecida, sem a necessidade de uma instituição regulamentadora responsável.

A revolução da indústria e as perspectivas para o Blockchain

Para entender mais a fundo o papel que essa tecnologia vai exercer futuramente, temos que olhar para o quadro geral. A chegada do Blockchain coincide com uma grande revolução que está acontecendo na indústria de energia e utilidades – P&U Industry.

Essas mudanças acontecem, principalmente, em três pontos que nos levam para o futuro da energia. São eles:

  • A energia gerada por sistemas off-grid alcançará a paridade de custo e eficiência da energia fornecida pelas redes de distribuição locais;
  • Os veículos elétricos terão um custo/benefício melhor que os com motor à combustão;
  • O custo de transmissão e distribuição de energia excederá o de geração e armazenamento locais.

Não é de se esperar que, a partir dessas mudanças, o setor de energia vai se transformar bastante, principalmente com o crescimento da Geração Distribuída. Nisso, os prossumidores habilitados exigirão sistemas de monitoramento e controle flexíveis e automatizados. 

Saiba mais: Guia atual da Geração Distribuída no Brasil

A segurança do abastecimento irá depender de uma interação mais coesa e transparente entre produtores e consumidores, exigindo padrões abertos e interoperabilidade entre as redes. Além disso, é preciso otimizar  também os custos e maximizar a produção, a fim de equilibrar o fornecimento em tempo real. 

Em todas essas áreas, o Blockchain tem potencial para fornecer soluções digitais rápidas e seguras, que apoiam ​​a transformação do nosso sistema elétrico.

Blockchain e o processo de comercialização de energia

O Blockchain é um sistema que garante a confiabilidade das informações armazenadas e a independência dos processos de negociações digitais. Logo, algumas características que podemos destacar são: acessibilidade e transparência dos dados armazenados, de forma geral; segurança e imutabilidade dos registros; desintermediação nos processos de negócios; automação de processos e redução de custos.

Com isso, várias possibilidade de uso com o Blockchain e a energia solar são possíveis. Um dos mais conhecidos é a comercialização de energia de geração distribuída peer-to-peer, ou P2P. Nesse modelo, a energia pode ser comercializada diretamente entre produtores e consumidores, sem o controle direto de concessionárias.

Por exemplo, em uma casa inteligente com sistema fotovoltaico, o Blockchain pode protocolar toda quantidade extra de energia solar produzida, atribuir um preço e, em seguida, enviá-la para outras casas inteligentes conectadas à rede. Enquanto isso, ele registra os pagamentos de todo o processo.

Um projeto desse modelo aconteceu no bairro do Brooklyn, em Nova York. Essa iniciativa permitiu que a energia produzida pelos moradores a partir de painéis fotovoltaicos fosse comercializada diretamente pode meio da tecnologia de criptomoedas.

A mobilidade elétrica também pode ser muito beneficiada com o uso do Blockchain e a energia solar. No setor de recarga de veículos, por exemplo, as transações de energia, bem como os pagamentos, podem ser efetuados por meio desse sistema. 

Você tem interesse em saber mais sobre as possibilidades de uso da energia solar? A Dusol Engenharia pode te auxiliar nesse processo, a fim de reduzir os valores com energia elétrica e promover mais eficiência energética para sua casa ou empresa. Faça um orçamento agora e descubra os benefícios da energia solar!

Fabianne Falcão
Comunicóloga e entusiasta de energias renováveis e sustentabilidade.

Compartilhe:

Posts Relacionados

Voltar ao topo