Como reduzir os gastos com energia elétrica em residências?

Separamos algumas dicas bem práticas de como reduzir os gastos com energia elétrica em residências sem precisar abrir mão do conforto.

Não é de hoje que os gastos com energia elétrica têm ficado cada vez mais altos, prejudicando o planejamento financeiro dos brasileiros. Já falamos aqui no blog sobre tudo o que envolve a constante alta na conta mensal, o que inclui os reajustes das concessionárias – como o divulgado em abril de 2018 pela Anatel, cuja fatura aumentará 20% para 4,3 milhões de brasileiros.

Então, leia atentamente as nossas dicas de hoje para colocar em prática um verdadeiro plano de contenção de despesas com energia elétrica em residências, e que não requer esforço ou alto custo. Vamos lá?

1. Desligue (mesmo) as lâmpadas

Para começar a reduzir os gastos com energia elétrica em residências, é preciso privilegiar a entrada de luz natural nas casas. O objetivo é passar o menor tempo possível com as lâmpadas dos cômodos ligada.

Algumas dicas que podem te ajudar:

  • Coloque espelhos de forma estratégica (como, por exemplo, em frente às janelas) para que reflitam a luz e, ainda, proporcionem a sensação de amplitude.
  • Como as cores mais escuras absorvem mais luz solar, evite utilizá-las nos cômodos, principalmente nos maiores. Prefira cores claras, como o branco, que reflete mais a luz solar.
  • Reposicione os móveis para que não bloqueiem janelas e passagens de luz.
  • Verifique a necessidade de aparar arbustos e galhos de árvores que estejam impedindo a entrada da luz do sol pela janela.

2. Substitua as lâmpadas fluorescentes pelas de LED

De acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria de Iluminação (Abilux), o consumo de lâmpadas LED no Brasil foi de 85 milhões em 2015, um aumento de 30% em relação ao ano anterior.

E não é à toa. As lâmpadas Light Emitting Diode, ou Diodo Emissor de Luz, conhecidas como LED, podem economizar até 90% no consumo de energia elétrica em residências e outros empreendimentos, se comparadas com as demais. Além disso elas têm manutenção baixa e uma longa vida útil.

3. Saiba o motivo de retirar os equipamentos das tomadas

Você sabia que retirar os aparelhos eletroeletrônicos e eletrodomésticos das tomadas pode resultar em uma economia de 12% na conta de energia elétrica em residências?

Mesmo no modo de stand by, os produtos continuam consumindo energia, e apenas desligá-los no controle remoto não significa economia.

Dentro de uma casa, um gasto silencioso é o aparelho de TV com o decodificador de TV a cabo. Se você os deixar ligados na tomada, eles continuarão consumindo a eletricidade, e isso pode facilmente ultrapassar os R$ 100 na sua conta de energia anual.

4. Considere o aquecimento solar para o seu banho

Além de reduzir o tempo do banho, considere substituir o chuveiro elétrico convencional pelo aquecimento solar.

Afinal, o modelo tradicional pode consumir 25% da energia elétrica em residências, sendo que, ao mantê-lo na posição “inverno”, o consumo é ainda maior. Na contramão, o aquecimento solar pode proporcionar mais de 44% na conta.

Neste post aqui você confere como funciona o sistema de aquecimento solar, também conhecido como energia térmica.

5. Mantenha o ar-condicionado na temperatura correta para reduzir o consumo de energia elétrica em residências

Você sabia que a temperatura ideal do ar-condicionado é 23ºC? Nessa temperatura, o sistema resfriará sem ficar sobrecarregado, como ocorre quando você chega em casa e já liga em 17ºC, na tentativa de resfriar o ambiente mais rápido.

Quanto maior a diferença de temperatura entre a casa e a rua, maior é a carga térmica do ambiente e, consequentemente, mais ele terá que trabalhar (e consumir energia) para resfriá-lo.

Manter a temperatura na casa dos 23ºC (ou 24ºC e 25ºC) vai resfriar o ambiente sem sobrecarregar o aparelho – e isso pode significar uma redução de 50% na conta de energia elétrica em residências. Portanto, tenha calma e espere a temperatura ser resfriada de forma econômica.

E aqui vale uma dica final: experimente colocar em prática todas essas dicas utilizando a energia solar. Sim, o sistema fotovoltaico pode te fazer economizar até 95% em sua conta mensal – o que significa manter um padrão de vida mais confortável sem abrir mão de seus aparelhos e nem colocar em risco o meio ambiente.

Neste link você confere as principais respostas sobre ter energia solar em casa. E se ficar com alguma dúvida, deixe o seu comentário ou clique aqui e entre em contato conosco. Até a próxima!

Carlos Bouhid
Diretor Administrativo da Dusol Engenharia Sustentável.

Compartilhe:

Posts Relacionados

Voltar ao topo