Blog da Dusol

09
maio

Não é de hoje que os gastos com energia elétrica têm ficado cada vez mais altos, prejudicando o planejamento financeiro dos brasileiros. Já falamos aqui no blog sobre tudo o que envolve a constante alta na conta mensal, o que inclui os reajustes das concessionárias – como o divulgado em abril de 2018 pela Anatel, cuja fatura aumentará 20% para 4,3 milhões de brasileiros.

Então, leia atentamente as nossas dicas de hoje para colocar em prática um verdadeiro plano de contenção de despesas com energia elétrica em residências, e que não requer esforço ou alto custo. Vamos lá?

1. Desligue (mesmo) as lâmpadas

Para começar a reduzir os gastos com energia elétrica em residências, é preciso privilegiar a entrada de luz natural nas casas. O objetivo é passar o menor tempo possível com as lâmpadas dos cômodos ligada.

Algumas dicas que podem te ajudar:

  • Coloque espelhos de forma estratégica (como, por exemplo, em frente às janelas) para que reflitam a luz e, ainda, proporcionem a sensação de amplitude.
  • Como as cores mais escuras absorvem mais luz solar, evite utilizá-las nos cômodos, principalmente nos maiores. Prefira cores claras, como o branco, que reflete mais a luz solar.
  • Reposicione os móveis para que não bloqueiem janelas e passagens de luz.
  • Verifique a necessidade de aparar arbustos e galhos de árvores que estejam impedindo a entrada da luz do sol pela janela.

2. Substitua as lâmpadas fluorescentes pelas de LED

De acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria de Iluminação (Abilux), o consumo de lâmpadas LED no Brasil foi de 85 milhões em 2015, um aumento de 30% em relação ao ano anterior.

E não é à toa. As lâmpadas Light Emitting Diode, ou Diodo Emissor de Luz, conhecidas como LED, podem economizar até 90% no consumo de energia elétrica em residências e outros empreendimentos, se comparadas com as demais. Além disso elas têm manutenção baixa e uma longa vida útil.

3. Saiba o motivo de retirar os equipamentos das tomadas

Você sabia que retirar os aparelhos eletroeletrônicos e eletrodomésticos das tomadas pode resultar em uma economia de 12% na conta de energia elétrica em residências?

Mesmo no modo de stand by, os produtos continuam consumindo energia, e apenas desligá-los no controle remoto não significa economia.

Dentro de uma casa, um gasto silencioso é o aparelho de TV com o decodificador de TV a cabo. Se você os deixar ligados na tomada, eles continuarão consumindo a eletricidade, e isso pode facilmente ultrapassar os R$ 100 na sua conta de energia anual.

4. Considere o aquecimento solar para o seu banho

Além de reduzir o tempo do banho, considere substituir o chuveiro elétrico convencional pelo aquecimento solar.

Afinal, o modelo tradicional pode consumir 25% da energia elétrica em residências, sendo que, ao mantê-lo na posição “inverno”, o consumo é ainda maior. Na contramão, o aquecimento solar pode proporcionar mais de 44% na conta.

Neste post aqui você confere como funciona o sistema de aquecimento solar, também conhecido como energia térmica.

5. Mantenha o ar-condicionado na temperatura correta para reduzir o consumo de energia elétrica em residências

Você sabia que a temperatura ideal do ar-condicionado é 23ºC? Nessa temperatura, o sistema resfriará sem ficar sobrecarregado, como ocorre quando você chega em casa e já liga em 17ºC, na tentativa de resfriar o ambiente mais rápido.

Quanto maior a diferença de temperatura entre a casa e a rua, maior é a carga térmica do ambiente e, consequentemente, mais ele terá que trabalhar (e consumir energia) para resfriá-lo.

Manter a temperatura na casa dos 23ºC (ou 24ºC e 25ºC) vai resfriar o ambiente sem sobrecarregar o aparelho – e isso pode significar uma redução de 50% na conta de energia elétrica em residências. Portanto, tenha calma e espere a temperatura ser resfriada de forma econômica.

E aqui vale uma dica final: experimente colocar em prática todas essas dicas utilizando a energia solar. Sim, o sistema fotovoltaico pode te fazer economizar até 95% em sua conta mensal – o que significa manter um padrão de vida mais confortável sem abrir mão de seus aparelhos e nem colocar em risco o meio ambiente.

Neste link você confere as principais respostas sobre ter energia solar em casa. E se ficar com alguma dúvida, deixe o seu comentário ou clique aqui e entre em contato conosco. Até a próxima!

Comentários