COMO CONTRATAR UMA EMPRESA DE ENERGIA SOLAR?

contratar uma empresa de energia solar

Você sabe quais são os critérios para contratar uma empresa de energia solar? O que é preciso ter e fazer antes de ter um projeto de engenharia instalado no seu imóvel ou propriedade?

Você já sabe que ter um sistema de energia solar em casa é um bom negócio, certo? E também já está ciente de que a instalação de um sistema fotovoltaico na sua casa, empresa, indústria, fazenda ou até mesmo condomínio é relativamente simples, certo? Bom, apesar dessa “simplicidade”, existem alguns critérios para contratar uma empresa de energia solar e que são muito importantes na hora de realizar essa instalação. Vamos ver?

O que você deve saber antes de contratar uma empresa de energia solar?

A primeira coisa que você deve fazer, sem dúvidas, é contratar uma empresa especializada em sistemas fotovoltaicos, como a Dusol. 

Isso porque essas empresas possuem todos os profissionais e apoio necessário para realizar um projeto bem estruturado garantindo o melhor desempenho, cuidado e vida útil do seu sistema de energia solar. 

A empresa irá dimensionar o sistema fotovoltaico que melhor se adequa às suas necessidades.

A seguir, vamos citar alguns pontos para você criar um checklist de critérios para contratar uma empresa de energia solar. Veja só:

1. Prefira uma empresa que atue na sua cidade ou região. 

2. Busque indicações de amigos e familiares que já usam ou mesmo comentários e fóruns na internet.

3. Solicite o máximo de informações sobre outros sistemas que já foram instalados. 

4. Se for possível, peça à empresa para visitar algum sistema que já foi instalado por ela. 

5. Confirme se a empresa possui um responsável técnico registrado no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) ou no Conselho Federal dos Técnicos (CFT).

6. Pergunte se os funcionários da empresa receberam treinamentos específicos de energia solar. 

7. Questione se a empresa utiliza algum software para ajudar a calcular o dimensionamento de um sistema. 

8. Procure saber se ela faz estudos de sombreamento e produção de energia antes de realizar a instalação. 

9. Faça questão que a empresa lhe encaminhe um passo a passo para a definição do sistema fotovoltaico. 

10. Caso a empresa cotada se recuse a responder quaisquer dessas questões, fique muito atento e desconfie!

O que precisa acontecer antes de você contratar uma empresa de energia solar?

Esse é um passo a passo comum a todas as empresas de energia solar confiáveis. Para realizar o melhor projeto de um sistema fotovoltaico que cumpra o prometido e tenha o melhor custo-benefício para você, ela deverá seguir, basicamente, os seguintes passos:

1. Analisar a área disponível onde serão instaladas as placas fotovoltaicas (lembrando que elas podem ser instaladas no teto ou no chão, a depender da área). 

2. Analisar a base onde serão instaladas essas placas, por exemplo, no caso de telhados se é cerâmica, laje, metálico etc., para garantir o melhor método de instalação. 

3. Avaliar a viabilidade do local para a instalação do inversor e da string box, já que ambos necessitam de boa ventilação. 

4. Realizar uma análise detalhada das contas de energia dos últimos 12 meses para, assim, calcular o consumo médio de eletricidade do local onde será instalado o sistema. 

5. Calcular o dimensionamento do sistema de forma a suprir as necessidades mensais (de acordo com a média) permitindo a redução máxima da sua fatura de energia. 

Quando a empresa finalizar todos esses processos ela deverá lhe enviar uma proposta comercial para o fornecimento do sistema de energia solar. A partir daí você irá calcular as suas condições e analisar se determinada proposta cumpre com o esperado (podendo ir, até mesmo, além). 

A empresa também deverá apresentar um cronograma base, com os valores e prazos acordados entre as partes, que estarão em contrato!

Quais são os itens mínimos obrigatórios em um contrato com uma empresa de energia solar?

Antes de assinar qualquer coisa você precisa garantir que, pelo menos, os seguintes itens apareçam no documento:

1. Informações claras que mostram a estimativa da quantidade de energia que será produzida pelo sistema a ser instalado. 

2. Se possível, que tenha incluído o relatório de dimensionamento realizado com o apoio do software, com as especificações de telhados e terrenos. 

3. Uma lista com as marcas, modelos e quantidades de cada um dos componentes que serão instalados. 

4. Prazo de instalação, bem como o tempo de garantia do equipamento. 

5. Termo no qual a empresa se responsabiliza pela entrega dos sistema em perfeito funcionamento, até o término da homologação na concessionária de energia elétrica. 

6. A empresa deve se comprometer a entregar os desenhos técnicos e memorial descritivo do sistema que será instalado. Observe bem essa cláusula, pois esses documentos serão necessários para manutenções futuras.

7. Valor total do custo de fornecimento e implementação do sistema fotovoltaico. 

O que é e quem é responsável pela homologação com a concessionária?

Como vimos no item anterior, a empresa deverá se responsabilizar pelo perfeito funcionamento do sistema fotovoltaico instalado até o fim da homologação com a concessionária. 

Essa homologação nada mais é do que a apresentação dos documentos relacionados ao projeto para a concessionária de energia da região na qual o sistema será instalado. 

Assim, após essa apresentação, a concessionária irá avaliar o projeto e conceder a aprovação. 

Depois que o projeto for aprovado, a concessionária de energia elétrica irá providenciar a troca do medidor de energia do imóvel. O novo medidor a ser instalado será um medidor de energia bidirecional no poste de entrada. 

A troca desse medidor será gratuita para sistemas que produzam até 75 kW. Os sistemas que tiverem produção acima dessa medida a troca poderá  ser custeada pelo consumidor. 

Outro ponto a ser observado é que para os sistemas acima dessa potência também são necessários a instalação de dispositivos de segurança. 

Apesar de não ser necessário se preocupar, é importante ter conhecimento destes detalhes e ficar atento, pois a empresa que fornecerá o sistema fotovoltaico deverá incluir todos esses custos (ou não) na proposta comercial e no contrato de fornecimento. 

Depois que a vistoria e troca do medidor forem realizadas pela concessionária, o proprietário receberá uma autorização para conectar o sistema. 

Qual o valor da instalação de um sistema de energia solar?

Não é possível responder essa pergunta de forma direta porque o valor irá depender de uma série de fatores, como a potência para suprir as necessidades do imóvel e, até mesmo, a incidência do Sol na região. 

Mas podemos mostrar um média: para um sistema fotovoltaico instalado, pronto para ser utilizado e homologado na concessionária, o preço varia de R$4/Watts a R$5/Watts.

Geralmente, uma residência possui um consumo mensal (em média) de 300 kWh. Nesse caso, esse mesmo imóvel necessitaria de um sistema fotovoltaico de aproximadamente 2,5 kW de potência, ou seja, 2.500 Watts. 

Ainda neste exemplo, esse sistema de produção de energia solar custará: 2500 Watts x R$5/Watt = R$12.500. Lembrando que esse cálculo vai depender da quantidade de placas e do custo por Watt e pode bastante de caso para caso!

Caso você tenha uma ideia do consumo de energia do seu imóvel e queira fazer um cálculo rápido é só usar a nossa calculadora!

Caso você ainda tenha alguma dúvida sobre o assunto e queira um atendimento personalizado, é só entrar em contato com a nossa equipe de atendimento através de qualquer um dos nossos canais de comunicação!

Letrada, marketeira e aprendiz de publicitária. Entusiasta dos astros e astrologia, espiritualista que se esforça para seguir os bons ventos. Leitora de Brecht, Pessoa, Hilst, Lispector, Lucinda, Leminski, Saramago, Gaiman e Tolkien. Amante de poesias, novelas coreanas, ficção científica e fantasias. Não compara Star Trek e Star Wars, nem livros com filmes, porque sabe que são universos completamente diferentes. Tem uma gata chamada Florbela e um gato chamado Spock.

Compartilhe:

Posts Relacionados

Voltar ao topo