Blog da Dusol

22
jun

Ela pode ser muito maior do que você imagina!

Os postos de combustível, ainda que forneçam energia para os veículos, também possuem gastos consideráveis com as contas de luz. Isso porque diversos equipamentos que fazem parte do empreendimento são alimentados pela rede elétrica como, por exemplo, compressores de gás natural veicular (GNV), motores e bombas de combustível, iluminação, além dos gastos relacionados à loja de conveniência, como ar condicionado, televisões, freezers etc.

Por isso, os postos de combustível também podem se beneficiar da energia solar fotovoltaica. No artigo de hoje, saiba qual a economia com a energia solar esses empreendimentos podem ter.

1. Retorno sobre o investimento em postos de combustível

Que a energia solar é uma solução sustentável você já sabe, mas, acima de tudo, ela é um investimento para os postos de combustível. E como qualquer investimento, é preciso ter o cálculo do retorno para saber se a iniciativa realmente vale a pena.

Neste cálculo, devem ser levados em consideração os gastos de instalação e contratação de serviço – compra de equipamentos, valor do projeto e serviço de instalação propriamente dito- e toda a economia com energia solar gerada quando o sistema já estiver funcionando. É importante, também, lembrar que a vida útil de um sistema fotovoltaico é longa, de 25 anos em potência máxima; a manutenção durante os anos é mínima; e o retorno sobre o investimento costuma ser em torno de 4 a 10 anos.

ROI também depende da região onde os painéis serão instalados- já que a incidência solar é diferente nas cidades do Brasil-, do tamanho do sistema que se deseja instalar e outros fatores.

2. Geração Distribuída

Agora que você já sabe qual a média de tempo do retorno sobre o investimento da energia solar fotovoltaica, precisa entender como essa economia se dá.

Este modelo de produção de energia elétrica foi aprovado em 2012 pela Resolução Normativa 482 da ANEEL para que o próprio consumidor produzisse a sua energia de forma rentável: conectada à rede elétrica convencional.

A fonte fotovoltaica é capaz de produzir energia somente nos períodos em que há sol, ou seja, durante o dia. Assim, a energia excedente – que não é consumida pelos postos de combustível – produzida durante o dia é vendida para a rede, gerando crédito. Durante a noite, a energia demandada pelo posto é fornecida pela rede, mas seu valor consumido é abatido do crédito já produzido.

Entre suas vantagens estão a sustentabilidade, a redução de custos com a conta de luz e a independência em relação ao Sistema Interligado Nacional, já que a produção é própria e local.

3. Energia solar em postos de combustíveis: um case de sucesso

Cada vez mais, postos de combustíveis estão optando pela energia solar fotovoltaica. Na região de Goiânia, por exemplo, onde o índice de incidência solar é relativamente alto, um sistema de 27kWp, que gera por volta de 3600 kWH por mês, tem um custo médio de R$150 mil.

O tempo esperado para que o investimento feito seja quitado é de cinco anos. Isso quer dizer que o sistema passa a fornecer apenas lucro ao estabelecimento por um período de 20 anos em potência máxima (após este tempo, os painéis continuam trabalhando, embora com uma pequena perda de eficiência). Este sistema gera uma economia mensal de cerca de R$2.480, um retorno superior a 1,6% ao mês, maior do que seria obtido em aplicações de baixo risco, como a poupança.

4. Formas de financiamento

O investimento parece promissor, mas o valor do projeto ainda é alto? Não se preocupe. Atualmente, existem diversas linhas de financiamento disponíveis para quem deseja optar pela instalação de uma fonte eficiente, sustentável, limpa e renovável, como a energia solar fotovoltaica.

Entre os exemplos está o Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) do Banco do Brasil, destinado às empresas em diversos setores, entre eles, o de comércio e serviços na região. Outra opção é da Santander Financiamento, que atende pessoa física e jurídica no Brasil todo, correntista do Banco ou não, e oferece o parcelamento em até cinco anos.

Apostar em energia solar é uma ótima opção para empreendimentos como postos de combustível. Além de reduzir consideravelmente as contas de luz, a fonte é uma opção moderna e representa o ponto inicial para postos que desejam ter mais knowhow sobre a tecnologia, afinal, uma das tendências mundiais é que os carros elétricos e híbridos passem a fazer parte do cotidiano das pessoas. O Japão, por exemplo, já conta com mais postos de recarga de carros elétricos do que de combustível, e o Senado brasileiro já estuda maneiras de incentivar o uso destes veículos por aqui.

Quer apostar na energia solar fotovoltaica em seu posto de combustível? Faça um orçamento com a Dusol Engenharia Sustentável e até a próxima.

Comentários