Saiba como investir o FGTS em soluções para a sua produção rural

Confira algumas ideias de investimento que podem te ajudar! Com o objetivo de movimentar a economia, o governo federal decidiu liberar o saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Estima-se que 10 milhões de pessoas poderão sacar os valores, que, em sua totalidade, somam R$ 30 bilhões. Essa é […]

Confira algumas ideias de investimento que podem te ajudar!

Com o objetivo de movimentar a economia, o governo federal decidiu liberar o saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Estima-se que 10 milhões de pessoas poderão sacar os valores, que, em sua totalidade, somam R$ 30 bilhões.

Essa é uma ótima oportunidade para se pensar em investimentos sustentáveis e que são baseados na captação da energia solar para alavancar a produção rural e reduzir as despesas, que podem corroer o orçamento mensal.

Pensando nisso, listamos algumas ideias de investimentos com retorno em médio e longo prazo que utilizam a energia do Sol para fazer o seu negócio rural prosperar. Confira.

 

Produção de energia elétrica

A produção de energia elétrica com a adoção de um sistema fotovoltaico ‒ que capta energia da radiação solar e a transforma em eletricidade ‒ é um dos principais investimentos que podem reduzir drasticamente as suas despesas mensais. Além disso, a sua produção rural se livra da dependência da concessionária de energia convencional, com seus tributos e outras taxas inclusas.

A economia pode chegar a 95%, possibilitando o reinvestimento em outros produtos e serviços para melhorar a produção rural como um todo.

 

Iluminação e cercamento

Ter a eletricidade produzida a partir da energia solar também significa o aumento da segurança interna e externa, pois possibilita o investimento em mais iluminação no entorno da propriedade. Além das lâmpadas, você pode apostar em postes que utilizam a tecnologia fotovoltaica.

O uso de cercas elétricas também é uma realidade na zona rural e você economiza muito mais se essa eletricidade vier da energia solar. Além de proteger lavouras e estufas de invasões, as cercas também evitam a fuga de animais sem causar-lhes ferimentos.

 

Aquecimento de água

O sistema de aquecimento solar, também conhecido como energia térmica, é um ótimo investimento tanto para aquecer a água em torneiras e chuveiros, como para promover a climatização de ambientes.

O sistema também utiliza placas fotovoltaicas, que coletam a radiação solar, cujo calor é absorvido e transportado por tubos isolados até chegar ao depósito de água quente. Mesmo em dias com pouca radiação, o sistema funciona perfeitamente e garante uma grande redução na conta mensal de energia.

 

Dessalinização

Se a área onde está localizada a sua propriedade rural apresenta água com elevada concentração de sais, como ocorre em algumas regiões brasileiras, é preciso passar por um processo de dessalinização para filtrá-la.

Nesse sentido, o investimento se dá na aquisição de um dessalinizador que pode ser alimentado pela energia solar, gerando mais economia ao processo. Dessa forma, a água torna-se potável e pode ser utilizada para a irrigação da lavoura e outras tarefas.

 

Irrigação solar

A irrigação solar é outro sistema que faz com que você diminua os custos na produção rural, independentemente se o seu empreendimento for de pequeno, médio ou grande porte.

O sistema transforma a energia da radiação solar em energia elétrica para o bombeamento da água. Há equipamentos que bombeiam mais de 8 mil litros de água ininterruptamente, que pode ser facilmente captada de poços mais profundos.

 

Fique atento ao saque do FGTS

Quer saber se você vai poder investir o FGTS na sua propriedade rural? Confira.

  • Só terá direito a sacar o FGTS o trabalhador que foi demitido por justa causa ou que tenha pedido demissão até 31 de dezembro de 2015.
  • O trabalhador pode sacar o dinheiro de mais de uma conta inativa.
  • Não poderá sacar o FGTS das contas inativas quem foi desligado da empresa por justa causa ou pediu demissão a partir de 1º de janeiro de 2016. Nesse caso, permanece a regra atual e o saque só será possível após três sem recolher o FGTS.
  • Consultas ao saldo podem ser feitas pela internet, pelo aplicativo no celular, com o cartão cidadão ou nas agências da Caixa Econômica Federal. É necessário ter o número do PIS.

Preparado para usar o FGTS e alavancar a sua produção rural? Não se esqueça de se planejar financeiramente antes de realizar esses investimentos para que o negócio cresça de forma saudável.

 

Agora que você já sabe que a energia solar torna a produção rural mais econômica, entenda o porque esse tipo de energia é o futuro do desenvolvimento sustentável e até a próxima. 

Carlos Bouhid
Diretor Administrativo da Dusol Engenharia Sustentável.

Compartilhe:

Posts Relacionados

Voltar ao topo