Modernização do agronegócio e o papel da tecnologia nesse contexto

As atividades econômicas desenvolvidas no campo são muito importantes para o crescimento econômico do nosso país, sendo a modernização do agronegócio necessária para maiores avanços.

Muito se fala sobre o papel da tecnologia em prol do desenvolvimento urbano, como é, por exemplo, nas Cidades Inteligentes. Mas você sabia que esses progressos beneficiam também as atividades produtivas no campo. Atualmente, os avanços tecnológicos, em especial as energias renováveis, são fundamentais para a modernização do agronegócio brasileiro.

Leia mais: Qual o papel da tecnologia nas Cidades Inteligentes?

Este mercado é um dos pontos estratégicos da economia brasileira, uma vez que representa um pouco mais de 20% do PIB nacional. Logo, não é de se esperar que o segmento tenha sido alvo de investimentos nos últimos anos e transformações tecnológicas no país.

De acordo com a Secretaria Executiva da Comissão Brasileira de Agricultura de Precisão (CBAP), cerca de 67% das propriedades agrícolas do país usam algum tipo de tecnologia, seja na área de gestão dos negócios ou nas atividades de cultivo e colheita da produção.

Outro exemplo de investimentos contínuos nesta área é a AgTech Valley, o “Vale do Silício” do agronegócio brasileiro. Localizado em Piracicaba-SP, na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, este complexo abriga 60 startups e outras 80 empresas de inovação tecnológica que se dedicam exclusivamente ao setor.

A inovação, portanto, apresenta-se como uma das principais alavancas do agronegócio brasileiro. O campo está mais digitalizado e a internet já está presente em processos internos e externos desse segmento. 

A tecnologia é a grande aliada na modernização do agronegócio, mas também ajuda a reduzir riscos decorrentes de diversas variáveis que, muitas vezes, fogem do controle do produtor rural.

Aplicações de tecnologia no campo

No agronegócio, a tecnologia vem com o objetivo de gerar mais praticidade e facilidade na hora de executar tarefas que podem ser automatizadas. Além disso, os avanços tecnológicos aceleram a criação de novos processos de produção, gestão e também aumentam a competição do setor. 

A seguir, listamos as principais ferramentas que já foram incorporadas ao campo e que fazem toda a diferença para o produtor rural.

Robôs

Um dos principais motores da modernização agrícola são os robôs, pois ajudam principalmente com mão de obra eficiente, automações e aumento da produtividade. A adoção dessa tecnologia se conecta também com outras formas digitais, como o uso de drones para captação de comandos via satélite, sensores terrestres e centros de dados das fazendas.

Na agricultura, por exemplo, o uso são em pulverizadores automatizados e tratores com capacidade de aplicar sementes, pesticidas, água e nutrientes de forma específica e controlada. 

Tecnologia de gestão

Atualmente, já existem muitos softwares de gestão desenvolvidos especialmente para o agronegócio. Com eles, é possível obter mais controle da cadeia de produção e entender o desempenho das atividades num geral. Ou seja, com os dados corretos e o conhecimento de qual área precisa de ajustes, investimos recursos de forma eficiente e mais econômica também. 

Em conjunto desses sistemas, existem os indicadores de desempenho (KPIs), que ajudam nas comparações com resultados passados e são essenciais para traçar e alcançar objetivos. Com eles, conseguimos encontrar formas de medir o progresso e direcionar ações. 

Energia Renovável

Poucos setores econômicos do país possuem a capacidade de geração de energia limpa como é no agronegócio. Os benefícios das renováveis para o campo vão muito além dos resultados financeiros. A redução dos custos de produção, a melhoria da qualidade da energia e a possibilidade de destinar corretamente os resíduos da produção agropecuária são outras vantagens que podem ser destacadas.

Quando a geração de energia acontece próxima dos centros consumidores, os custos com transmissão reduzem, a eficiência do sistema elétrico aumenta e a agilidade de atendimento das demandas agrárias é favorecida.

calculadora-solar-dusol

O agronegócio é uma das atividades econômicas mais importantes do país e também uma das que demandam maior quantidade de recursos e energia. Logo, não é de se espantar que os avanços tecnológicos estejam cada vez mais presentes nas atividades dos produtores rurais. 

Ser uma empresa do centro-oeste é entender as potencialidades e desafios do Cerrado em prol dos negócios que aqui são desenvolvidos. A produção rural, por exemplo, é um dos principais da nossa região. As oportunidades apresentadas para quem utiliza energia solar são muitas e a Dusol está preparada para te ajudar a aproveitar todas elas. Entre em contato e vamos conversar!

Fabianne Falcão
Comunicóloga e entusiasta de energias renováveis e sustentabilidade.

Compartilhe:

Posts Relacionados

Voltar ao topo