Blog da Dusol

23
mar

(Foto: Arquivo pessoal / Paulo Victor Soares)

Provavelmente você já ouviu essa frase – “o barato pode sair caro” – não é mesmo? E ela pode ser aplicada quando é preciso escolher a empresa de energia solar para investir no sistema, seja em sua residência, propriedade rural, indústria ou empresas de modo geral.

Separamos, hoje, algumas dicas essenciais para você ficar de olho nessa questão – afinal de contas, caso haja algum problema no processo de instalação ou na qualidade dos materiais escolhidos, podem ocorrer problemas até sérios.

Problemas que podem ocorrer quando a instalação é mal realizada

Problema 1: choques e incêndios

(Foto: Reprodução / Paulo Victor Soares)

Quando ocorrem erros de dimensionamento dos componentes elétricos do sistema fotovoltaico – sem falar em conexões feitas incorretamente ou emendas de improviso, pode haver uma sobrecarga e causar sérios acidentes, aumentando a chance de incêndios e choques.

Outro problema grave em contratar uma empresa amadora é a falta de comprometimento com a segurança dos profissionais que farão a instalação do sistema. Uma empresa séria precisa levar em consideração determinadas normas técnicas de segurança. E como você pode observar na foto acima, esse tipo de amadorismo pode trazer sérias consequências até mesmo para o próprio instalador, que está sem uma roupa adequada e os devidos equipamentos de segurança. Imagine se algum acidente ocorresse em sua residência por falha em obedecer às normas de proteção e segurança?

Problema 2: a estrutura não suportar o peso dos painéis solares

(Fotos: Reprodução / Paulo Victor Soares)

Imagine que você acabou comprar uma casa, ou, ainda, já vive nela há alguns anos e, depois de um bom tempo economizando, decide investir em energia solar para reduzir os custos domésticos. Essa é uma excelente decisão.

Mas imagine, agora, que você não pesquisou direito sobre a empresa que contratou e que conheceu por meio um panfleto entregue a você enquanto caminhava pela rua. O preço é excelente! Por que não?

Eis um grande – e grave – problema que pode ocorrer: por erros de cálculos e falta de planejamento por parte da empresa, a estrutura do seu telhado não aguenta o peso dos painéis e desaba. Imagine o perigo que isso pode representar para os moradores da sua casa.

Aliado a esse problema, outro risco que você corre quando escolhe uma empresa de energia solar irresponsável é ver as placas solares se soltarem do telhado em casos de vendaval. Existem empresas que simplesmente instalam os painéis utilizando produtos errados ou de má qualidade, o que pode gerar sérios acidentes.

Problema 3: baixa eficiência energética

(Foto: Reprodução / Paulo Victor Soares)

Quando os painéis solares são instalados em locais com sombras – ou seja, quando não há um bom planejamento de instalação do sistema –, isso, certamente, afeta a eficiência da produção de energia, pois dificulta a captação da radiação solar diretamente nas placas.

Isso influencia diretamente em sua economia de energia, que passa a não ser aquela pela qual você investiu monetariamente, sem falar na qualidade dos equipamentos, que também pode comprometer essa eficiência.

Quando bem instalado e os materiais são de qualidade, a vida útil do sistema fotovoltaico pode durar 25 anos ou mais, chegando a atingir 50 anos – e após esse período, o sistema continua a funcionar, mas com uma eficiência menor.

Nesse caso, saiba que equipamentos de baixa qualidade e um sistema mal dimensionado podem sobrecarregar e comprometer a vida útil dele.

E então, o que fazer para prevenir todas essas situações? Escolher uma empresa de energia solar que seja séria e tecnicamente capacitada. 

Dicas para escolher a empresa de energia solar

1. Pesquise o histórico da empresa

Vale a pena tirar um tempo para buscar informações sobre a empresa de energia solar. Se ela tiver um site, que ele seja bem informativo e esclarecedor sobre todas as características da energia solar, bem como tenha o endereço e formas de contato para os clientes.

Além disso, pesquise a reputação no mercado, quais instalações ela já realizou na região e procure saber o relacionamento com a concessionária local de distribuição de energia, pois é a empresa que é a responsável por fazer a ligação do sistema fotovoltaico à rede elétrica local.

Outra dica: para te ajudar na pesquisa pela empresa ideal e mais próxima a você, o site Portal Solar reúne um banco de dados com nomes de várias empresas de energia solar pelo Brasil. Lá você também tem acesso a simuladores de financiamentos e outras informações que complementam essa procura.

2. Verifique se os equipamentos são certificados pelo Inmetro

Sim, todos os equipamentos do sistema fotovoltaico devem ser certificados pelo Inmetro, comprovando que foram testados e aprovados pelas normas de segurança vigentes no Brasil. Então, a empresa de energia solar precisa trabalhar com equipamentos com essa certificação.

Além disso, verifique se os fornecedores dessas empresas também são empresas consolidadas no mercado, bem como se os equipamentos são atuais e se o sistema poderá ser monitorado em tempo real e de forma remota.

3. Saiba como funciona a garantia fornecida pela empresa de energia solar

De um modo geral, os painéis solares têm uma vida útil de 25 anos e os inversores de cerca de 10 anos. Nesse caso, é preciso se certificar de como a empresa vai lidar com a necessidade de trocas e manutenções com vidas úteis tão longas como essas, já que é a fabricante a responsável por essa garantia.

Aliás, também verifique como é a garantia que a empresa que instala o sistema fornecerá e o que ela cobre.

4. Conheça a capacitação da equipe técnica

A empresa de energia solar precisa contar com uma equipe técnica qualificada, mesmo que ela seja terceirizada. Aliás, o ideal é que a empresa tenha um engenheiro devidamente capacitado para liderar o planejamento e a execução da instalação do sistema.

Na prática, verifique se a equipe de instalação possui certificações NR-35 (que estabelece os requisitos mínimos de proteção para se trabalhar em altura) e NR-10, que é a norma que garante a segurança e a saúde dos trabalhadores que lidam com instalações e serviços em eletricidade.

5. Saiba como a empresa de energia solar lida com os trâmites burocráticos

Por fim, a empresa de energia solar precisa ter conhecimento técnico para lidar com todos os trâmites burocráticos da instalação de um sistema fotovoltaico, pois ele será conectado à rede elétrica da cidade. Esse trâmite fica a cargo, portanto, da empresa de energia solar.

Fique atento: a solicitação de acesso à distribuidora precisa conter o chamado Formulário de Solicitação de Acesso, de acordo com a potência que será instalada e os estudos que foram realizados para a elaboração do projeto. Também fique atento aos documentos solicitados.

E então, ficou com alguma dúvida sobre esse assunto? Converse com a nossa equipe e aproveite para solicitar o seu orçamento! Até a próxima!

Comentários