Os sistemas fotovoltaicos on e off-grid

A procura por energia solar no Brasil cresceu muito nos últimos tempos. Contudo, antes de começar a instalação, é importante que você entenda a diferença entre os sistemas fotovoltaicos on e off-grid. Segundo o Atlas Solarimétrico da Cepel, nosso país é um ótimo mercado para o setor de energia fotovoltaica. A radiação solar média que incide […]

A procura por energia solar no Brasil cresceu muito nos últimos tempos. Contudo, antes de começar a instalação, é importante que você entenda a diferença entre os sistemas fotovoltaicos on e off-grid.

Segundo o Atlas Solarimétrico da Cepel, nosso país é um ótimo mercado para o setor de energia fotovoltaica. A radiação solar média que incide sobre a superfície brasileira é de até 2.300 kWh/m² (quilowatt-hora por metro quadrado). 

Para se ter uma ideia, a região menos ensolarada do Brasil apresenta índices solares em torno de 1.642 kWh/m². Mesmo assim, esses valores ainda são maiores do que os apresentados pela região de maior incidência solar da Alemanha, que recebe cerca de 1.200 kWh/m².


Fonte: www.solargis.com

 

Ou seja, a falta de raios solares não será um problema para quem deseja utilizar a energia solar no Brasil. No entanto, ainda é necessário realizar um estudo para escolher o melhor tipo de sistema fotovoltaico para cada situação.

Entenda mais sobre como funciona a energia fotovoltaica.

Os sistemas fotovoltaicos on-grid

Conhecido também como grid-tie, esse tipo de sistema precisa estar conectado à uma rede de distribuição de energia (como a rede da Enel ou CEB, por exemplo). São sistemas que dispensam o uso de baterias e controladores de carga, resultando em kits de instalação mais baratos.

Neste caso, o inversor on-grid é responsável por converter corrente contínua em corrente alternada e por sincronizar o sistema com a rede pública de energia elétrica. Nos sistemas fotovoltaicos on-grid, não existe nenhum dispositivo de armazenamento. Como resultado, toda energia produzida em excesso é enviada para a rede convencional de distribuição de energia. 

O excedente de energia elétrica é convertido em créditos de energia, que podem ser usados quando a demanda de energia for maior que sua produção, em um período de 36 meses.

Em resumo, há economia na conta do usuário de energia solar on-grid, uma vez que ele paga apenas a diferença entre o que foi consumido e o que foi produzido. Pensando assim, esse tipo de sistema é interessante para todos com acesso à rede elétrica.

Os sistemas fotovoltaicos on grid

Os sistemas fotovoltaicos off-grid

São sistemas autônomos, que independem da rede de distribuição pública de energia. Para se manter, o sistema fotovoltaico off-grid possui baterias que também funcionam como seu dispositivo de armazenamento. A instalação é composta por:

  • Painéis solares;
  • Cabos e estrutura de suporte – compõem o bloco de geração de energia;
  • Inversores e controladores de carga – compõem o bloco de condicionamento de potência;
  • Baterias – blocos de armazenamento.

Esse tipo de sistema é indicado para instalações em locais remotos ou de difícil acesso. Diferentemente dos grid-tie, nos sistemas off-grid, a energia produzida em excesso é armazenada em suas próprias baterias, sendo utilizada nos momentos de pouca ou nenhuma incidência de sol, como o período noturno.

Os sistemas fotovoltaicos off grid

Novas tecnologias: o sistema fotovoltaico híbrido

Novas tecnologias vêm surgindo para melhorar os sistemas de energia fotovoltaica. O sistema fotovoltaico híbrido, por exemplo, é um sistema conectado à rede elétrica que também possui a capacidade de armazenar em baterias toda energia produzida. 

Ou seja, assim como os sistemas on-grid, os sistemas híbridos são conectados à rede elétrica. E assim como os sistemas off-grid, possuem um sistema de armazenamento de energia. Dessa forma, esse tipo de sistema proporciona economia e mais confiabilidade, uma vez que continua funcionando durante quedas de energia.

Antes de realizar a instalação do seu sistema de energia solar, é importante fazer um estudo em conjunto com uma empresa de engenharia certificada. Assim, você terá a garantia de escolher os sistemas fotovoltaicos ideais para o seus projetos.

Entre em contato com a Dusol e saiba mais.

Avatar

Compartilhe:

Posts Relacionados

Voltar ao topo