Qual o percentual de custo da energia solar na construção de uma casa?

Tudo o que você precisa saber para se planejar! Em todos os nossos posts, sempre afirmamos que o custo da energia solar torna-se um verdadeiro investimento por conta da grande economia na conta de luz mensal. Mas, na hora de colocar no planejamento os gastos de construção de uma casa, muitas pessoas podem ficar na dúvida sobre o percentual que […]

Tudo o que você precisa saber para se planejar!

Em todos os nossos posts, sempre afirmamos que o custo da energia solar torna-se um verdadeiro investimento por conta da grande economia na conta de luz mensal. Mas, na hora de colocar no planejamento os gastos de construção de uma casa, muitas pessoas podem ficar na dúvida sobre o percentual que a implantação do sistema fotovoltaico pode ter em relação ao total do orçamento da obra.

No post de hoje, portanto, vamos falar sobre esse tema e você vai descobrir se realmente vale a pena implantar essa tecnologia de produção de eletricidade em sua residência, pelo levantamento do custo da energia solar. Confira.

A energia solar em uma casa de 100 m2

O custo da energia solar, considerando o seu sistema, depende de diversos fatores, tais como o tamanho da casa, a complexidade da instalação, a quantidade de moradores que a residência terá (para calcular os gastos médios mensais de consumo de eletricidade), a disponibilidade de radiação solar da região, e, principalmente, o uso de energia na residência, de acordo com os equipamentos que serão utilizados. Tendo esses pontos bem definidos, é possível saber a quantidade de placas fotovoltaicas a serem instaladas, bem como as características dos demais equipamentos.

De qualquer forma, existe uma base de cálculo na qual podemos chegar a um percentual bem aproximado dos custos em relação ao total do orçamento de toda a construção de uma casa. E ao contrário do que muitos possam pensar, essa porcentagem não corresponde a uma grande parte desses gastos – pelo contrário.

Vamos dar um exemplo tendo como base uma casa de 100 metros quadrados, com padrão normal e de característica unifamiliar a ser construída na cidade de Goiânia.

Nesse caso, o cálculo é considerado com base no preço por metro quadrado da região, conhecido como Custo Unitário Básico (CUB), do Sindicato da Indústria da Construção Civil (SINDUSCON), cujo valor, em março de 2017, constava em R$ 1.541,15/m2.

Existe uma tabela que mostra uma estimativa de percentual de custos de construção de uma casa, e é utilizada na hora de levantar o orçamento. Com base nos custos dessa casa de 100 metros quadrados, temos as seguintes porcentagens:

Esses valores podem sofrer variação de acordo com o tipo de projeto e possíveis alterações ao longo da obra, além, é claro, do custo da mão de obra, que muda de região para região. Por isso, é uma estimativa que serve como base. Mesmo assim, o custo da energia solar máximo não ultrapassa os 20% das demais despesas. Nesse caso, o gasto mínimo para a implantação desse sistema fica em torno de R$ 10 mil. A partir desse exemplo, você consegue ter uma estimativa do valor do investimento em diferentes tamanhos de casa e regiões brasileiras.

E por falar em investimento, ele é totalmente pago entre 4 e 7 anos, pois a redução na conta de energia é significativa e pode chegar a 95%. Uma boa notícia é que, assim como é possível financiar a construção de uma casa e a sua reforma, também existem financiamentos para a implantação da energia solar, inclusive de bancos públicos e privados.

Percebeu como, de fato, o sistema fotovoltaico tem um excelente custo-benefício na construção de uma casa? O custo da energia solar vem se tornando cada dia mais viável para residências de todos os tamanhos, provando que a sociedade está cada vez mais consciente e engajada a diminuir os desperdícios e a ter uma vida mais equilibrada e sustentável.

Se você se interessou por esse tema e quer iniciar o planejamento da instalação da energia solar fotovoltaica em sua casa, mas ainda tem dúvidas de quanto custará esse investimento, entre em contato conosco e até a próxima!

Carlos Bouhid
Diretor Administrativo da Dusol Engenharia Sustentável.

Compartilhe:

Posts Relacionados

Voltar ao topo