Por que minha indústria deve começar a gerar energia solar?

A indústria brasileira sofre com o aumento dos custos de geração de energia elétrica, um dos mais caros do mundo. Saiba o porquê você deve gerar energia solar.

A energia elétrica é a base da indústria, e, sem ela, não é possível operar máquinas, equipamentos e nem criar os produtos oferecidos aos clientes. Então, podemos dizer que a eletricidade é, sem dúvida, um dos custos mais altos dos empreendimentos desse porte – e a adoção de medidas para solucionar essa questão torna-se fundamental e urgente.

Portanto, se você ainda não se convenceu de que o investimento de gerar energia solar para a sua indústria é a melhor solução para a redução dos custos operacionais, listamos alguns motivos que explicam o porquê. Confira.

1. A energia elétrica continuará subindo ­­– principalmente para a indústria

Já falamos neste post que o Brasil tem a energia mais cara do mundo para a indústria. De acordo com pesquisa divulgada em 2016, pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), a pequena e média indústria brasileira sofreu um aumento real de 59,3% no custo com energia elétrica nos últimos três anos.

E se a energia elétrica é muito cara, você já sabe que os custos operacionais também aumentam, não é mesmo?

Ainda de acordo com a pesquisa da Firjan, eis a composição do custo médio da energia elétrica para a indústria no Brasil em 2016:

Item

R$/MWh

%

GTD

298,45

59,2

Perdas

36,95

7,3

Encargos

23,98

4,8

Bandeiras

8,75

1,7

Tributos

135,87

27,0

Total

504,00

100,0

Fonte: Sistema FIRJAN.

Vale lembrar que esse valor de R$ 504,00/megawatt-hora é uma média em relação aos estados brasileiros, mas, em alguns deles, os custos do megawatt-hora superam esse valor – como é o caso, por exemplo, dos estados de Goiás (R$ 547,60), Mato Grosso (R$ 580,05), Tocantins (R$ 518,19), entre outros.

Mas por que a energia elétrica continuará subindo? Já explicamos por aqui os motivos e, entre eles, podemos destacar que além de a matriz energética brasileira não acompanhar o crescimento do país, as distribuidoras contraem empréstimos do governo. Além disso, o Brasil ainda depende das caras usinas termelétricas.

2. Os custos com energia solar diminuíram e as linhas de crédito aumentaram

Na contramão da realidade da energia elétrica no Brasil, os custos com instalação para gerar energia solar estão caindo.

Conforme divulgado no início de 2018, pelo site da Revista Época, com o aumento dos investimentos na geração de energia fotovoltaica no país (seja pelos próprios consumidores ou por projetos de grande porte), os preços dos equipamentos vêm reduzindo – nos últimos dois anos, o custo de instalação teve queda de 50%.

Diretamente proporcional a essa queda, novas linhas de crédito vêm surgindo e a juros que atraem pessoas físicas e jurídicas. Um exemplo é o FCO Empresarial, uma linha de financiamento do Banco do Brasil para a região Centro-Oeste. Dependendo do tamanho do investimento para gerar energia solar na indústria, o prazo de pagamento pode chegar a 20 anos, com carência entre 3 meses e 5 anos.

Neste post você pode conferir outras linhas de crédito de energia solar para a indústria.

3. O ROI é garantido ao gerar energia solar

O payback da energia solar é garantido para todos os tipos de consumidores, incluindo a indústria, e pode ocorrer em médio e longo prazo, a depender de vários fatores, tais como:

  • A capacidade de produção a ser instalada;
  • O valor dos equipamentos e da instalação para gerar energia solar;
  • O valor do projeto;
  • Os custos da energia elétrica da região;
  • O índice de irradiação solar do local, etc.

Outro fator a ser considerado é que, com a queda de juros, o cenário se torna melhor para esse investimento (saiba mais aqui), ainda mais se você considerar que a vida útil do sistema em sua eficiência máxima atinge os 25 anos, e a economia de energia pode chegar a 95%.

Estes foram apenas três motivos que demonstram o porquê a sua indústria deve começar a gerar energia solar o quanto antes. Nem mencionamos os outros aspectos, como a valorização do empreendimento junto ao mercado e a possibilidade de continuar oferecendo produtos de qualidade, mas de forma sustentável – o que ajuda a criar melhores estratégias de marketing para atrair os clientes -, mas esses argumentos vamos explorar melhor mais pra frente.

Se você se interessou e quer tirar todas as dúvidas sobre como gerar energia solar, clique aqui e entre em contato conosco. Até a próxima!

Carlos Bouhid
Diretor Administrativo da Dusol Engenharia Sustentável.

Compartilhe:

Posts Relacionados

Voltar ao topo