Descubra os principais gastos fixos para a gestão de uma empresa

A energia elétrica está entre eles! Apesar de falarmos constantemente aqui no blog sobre a real necessidade ‒ e a solução ‒ para diminuir os gastos com energia elétrica, existem outras despesas que também precisam ser levadas em consideração quando o assunto é gestão de uma empresa. Entre despesas fixas e variáveis, descubra, a seguir, os principais gastos na […]

A energia elétrica está entre eles!

Apesar de falarmos constantemente aqui no blog sobre a real necessidade ‒ e a solução ‒ para diminuir os gastos com energia elétrica, existem outras despesas que também precisam ser levadas em consideração quando o assunto é gestão de uma empresa.

Entre despesas fixas e variáveis, descubra, a seguir, os principais gastos na hora de criar o planejamento financeiro de um negócio.

Salários dos colaboradores e pró-labore

Se você abriu uma empresa ou está na gestão de uma empresa, já percebeu que não basta apenas colocar na planilha os valores dos salários dos colaboradores. É preciso ir além e acrescentar os custos com taxas, tributos, 13º e férias remuneradas, por exemplo. Além dos salários, os pró-labores do proprietário e dos sócios do empreendimento também devem estar inclusos na planilha.

Outras despesas que devem ser levadas em consideração são a Licença Maternidade e o afastamento dos funcionários por motivos de saúde.

Contratações e demissões

Sabemos que, no Brasil, precisamos estar preparados tanto para contratar quanto para demitir em um curto espaço de tempo ‒ e nem sempre por questões profissionais dos colaboradores, mas por razões financeiras do próprio negócio, por exemplo.

Assim sendo, muitas empresas acabam tomando grandes prejuízos por conta da falta de planejamento de gastos desse tipo. Afinal, se contratar de acordo com as regras da CLT (Consolidação das Leis de Trabalho) gera um custo, demitir pode sair muito mais caro por conta das despesas com a rescisão contratual.

Serviços

São aqueles gastos na gestão de uma empresa que precisam existir e servem como base para o funcionamento do negócio, como telefone, internet e água.

Energia elétrica

Poderíamos ter citado a energia elétrica como “serviços”, mas ela pode gerar uma despesa tão grande para as empresas que se torna necessária uma explicação à parte.

Já falamos, aqui, sobre o que está por trás do aumento da conta de energia e o porquê ele vai continuar a crescer no Brasil. E em relação às empresas, a tecnologia faz com que dependamos da eletricidade para otimizar os processos. Isso quer dizer que temos cada vez mais aparelhos eletroeletrônicos, sem falar de outros equipamentos, como o ar condicionado, por exemplo, que também contribui para o custo elevado na conta mensal.

Limpeza

Mesmo na gestão de uma empesa de pequeno porte, é necessário contar com um serviço de limpeza periodicamente, por isso, além da contratação, é preciso incluir, nessa despesa, os produtos que serão utilizados.

Compra e manutenção de materiais

Comprar e manter o estoque de matérias-primas e de produtos faz parte da rotina de gastos na gestão de uma empresa. Isso sem falar dos utensílios e móveis de escritório, que podem sofrer depreciação ao longo do tempo e necessitam ser reformados ou substituídos. Também coloque na conta a renovação de licenças de softwares e antivírus para os computadores.

Aluguel e condomínio

Estes dois gastos também são responsáveis por algumas das dores de cabeça de empreendedores de pequenas, médias e grandes empresas. As despesas com aluguel e condomínio podem consumir uma fatia significativa do faturamento mensal, e representam um dos gastos fixos na gestão de uma empresa.

Marketing

O marketing faz parte do planejamento estratégico das empresas e, apesar de ser considerado um investimento ‒, pois se bem executado, gera um retorno para o faturamento da empresa ‒ não deixa de ser visto como um gasto, principalmente nos primeiros anos do negócio.

Afinal de contas, investir na divulgação da sua marca requer, além de despesas com pagamento de publicidade, a contratação de uma equipe especializada para que os resultados sejam mais expressivos.

Contabilidade

Ter um contador é essencial para colocar a vida empresarial em dia com relação à extensa e complexa burocracia brasileira. E a contratação de um contador já se torna essencial até mesmo para pequenas empresas e para quem é MEI (Microempreendedor Individual) ‒ para este último, o contador passa a ser necessário apenas se o empreendedor tiver um funcionário contratado.

Impostos, taxas e tributos

Dependendo do porte da empresa, os impostos e tributos podem ser pagos em níveis municipal, estadual e também federal. Além disso, não se esqueça das taxas bancárias e também de juros, como os de financiamentos, seguros e equipamentos (como máquinas de cartão).

Dicas para reduzir as despesas na empresa

Se não tem como fugir dessa considerável lista de gastos, a seguir, confira algumas dicas para a redução dos valores:

  • Escolha bons profissionais e capacite-os constantemente, tendo uma política de valorização dos colaboradores. Assim, a quantidade de demissões tende a ficar mais controlada.
  • Escolha um imóvel para alugar com um bom custo-benefício, ou seja, localizado próximo dos lugares para onde a equipe precisa se deslocar constantemente e que tenha um preço justo e negociável. Se o seu negócio estiver no começo, considere montar um escritório em um cômodo da casa para cortar despesas.
  • Renegocie financiamentos para diminuir os juros e também as taxas bancárias.
  • Invista em marketing para divulgar sua marca, ainda mais em tempos de crise.
  • Adquira bons equipamentos, que apesar de mais caros, possuem uma durabilidade maior e baixa manutenção.
  • Tenha total controle e equilíbrio do estoque, não tendo pouca mercadoria e nem o suficiente para sofrer avarias.
  • Tenha metas e objetivos claros em curto, médio e longo prazo, e trace os caminhos para alcança-los, como o aumento gradual das vendas, por exemplo.
  • E por último, mas muito importante: produza a sua própria energia elétrica. Adotando o sistema fotovoltaico, que capta energia da radiação solar e a transforma em eletricidade, a empresa ganha em médio prazo e pode reduzir os gastos com a conta mensal em até 95%.

Como vimos, a gestão de uma empresa deve ser pautada em um planejamento extremamente eficiente para reduzir os gastos e tornar o negócio saudável e próspero. Portanto, se a sua planilha não está em dia, comece agora mesmo a recalcular os rumos.

E então, ficou com alguma dúvida? Escreva pra gente pelos comentários e até a próxima. 

 

Carlos Bouhid
Diretor Administrativo da Dusol Engenharia Sustentável.

Compartilhe:

Posts Relacionados

Voltar ao topo