Descubra os principais gastos fixos da produção rural e como aumentar os rendimentos

Fazer mais por menos: esse é o desafio! Fazer mais com menos: eficiência é o grande desafio da sociedade contemporânea, seja na cidade ou no campo. Mas como gerir a produção rural para diminuir os gastos e aumentar os rendimentos? Saiba, agora, quais são os principais gastos da produção rural e como aumentar seus rendimentos. Principais gastos em uma […]

Fazer mais por menos: esse é o desafio!

Fazer mais com menos: eficiência é o grande desafio da sociedade contemporânea, seja na cidade ou no campo. Mas como gerir a produção rural para diminuir os gastos e aumentar os rendimentos?

Saiba, agora, quais são os principais gastos da produção rural e como aumentar seus rendimentos.

Principais gastos em uma produção rural

Os gastos com uma produção rural são bastante variados. Dos insumos à energia elétrica consumida, os custos devem ser colocados na ponta do lápis para garantir mais economia.

Alimentação

Em propriedades que se dedicam à pecuária, é importante levar em consideração os gastos com grãos, feno, manutenção da pastagem e silagem.

Sanidade Animal

Ainda na pecuária, agulhas para medicamentos, antibióticos e vacina também devem ser previstos no orçamento.

Insumos

Entram, aqui, os gastos com sementes, fertilizantes, defensivos etc. Os insumos agrícolas podem representar 60% dos gatos da produção em algumas culturas, como a soja, por exemplo.

Impostos

O principal gasto fixo da produção rural é o Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR). Cobrado anualmente, ele tem uma parte do valor direcionado para o Orçamento Federal e a outra para a Prefeitura de onde se localiza o terreno.

Demais gastos

É importante levar em consideração os custos com energia, seja para iluminação, ou para o funcionamento de máquinas etc. Outros custos são em relação ao transporte da produção, gasto com combustível, logística, armazenamento, etc.

Depreciação e manutenção

Para não ser pego desprevenido, o ideal é que o produtor rural considere uma reserva de dinheiro para eventuais substituições ou até manutenções.

Como aumentar os rendimentos na produção rural?

Para aumentar os rendimentos, uma solução é buscar formas de economizar ou tornar a produção mais eficiente. Nesse sentido, desde adotar mudanças simples até optar por bons investimentos faz toda diferença.

1. Economia de água

Realizar a captação da água da chuva é uma boa alternativa, além da economia e a diminuição da pegada hídrica do produtor, a opção é simples e relativamente barata, e requer a implementação de uma cisterna e filtro. A técnica de gotejamento para irrigação também pode gerar uma economia de até 50%. Incrível, não?

Em culturas de produção pequena, que sofrem com o calor do verão e precisam ser regadas mais vezes durante esta época, existe a possibilidade de usar telas que controlam a exposição à radiação ultravioleta, uma economia de água que pode chegar a 20%.

2. Tecnologia para gestão rural

A Era da Informação tem mudado todas as relações do homem moderno por meio de smartphones, tablets e computadores. E você não pode ficar de fora dessa tendência. Atualmente, já são disponibilizados diversos aplicativos e softwares para gestão rural, alguns deles, inclusive, gratuitos. Desde a indicação de pragas e doenças e informações sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR) até a identificação de áreas de coleta de amostras por GPS e avaliação da suplementação de bovinos: tudo pode ser feito na palma da mão e as informações transmitidas diretamente para softwares no computador.

3. Compra coletiva de insumos e aditivos

Outro benefício das tecnologias: a internet trouxe a possibilidade de os produtores rurais comprarem insumos e outros produtos agropecuários diretamente da rede. Para negociar valores mais baixos, no entanto, é preciso organizar essas compras de forma coletiva.

Algumas iniciativas já vêm propondo sites de compra coletiva que oferecem diversos produtos para a produção rural a preços reduzidos.

4. Energia solar

Já pensou em produzir a sua própria eletricidade e, assim, aumentar seus rendimentos significativamente? A instalação de painéis fotovoltaicos no meio rural em países como a Alemanha tem gerado uma redução bastante considerável dos custos da produção, e o modelo vem se repetindo no Brasil.

O sistema solar fotovoltaico fornece energia para todas as etapas da produção, desde o bombeamento de água até a eletricidade empregada em cercas elétricas para manejo de gado. Além do impacto em economia, a energia solar fotovoltaica é uma forma limpa , renovável e moderna de produzir eletricidade.

Mesmo com gastos consideráveis, a produção rural deve buscar uma maneira de ser mais eficiente e aumentar seus rendimentos, sem faltar com qualidade dos produtos ofertados pelo produtor rural. Para que a conta feche, e ainda gere lucro, é fundamental fazer alguns investimentos que trarão diversos retornos no futuro.

Quer saber como financiar um sistema solar fotovoltaico na sua propriedade rural e, assim, economizar muito com eletricidade? Confira este post da Dusol Engenharia!

Carlos Bouhid
Diretor Administrativo da Dusol Engenharia Sustentável.

Compartilhe:

Posts Relacionados

Voltar ao topo