Quais os riscos de ficar sem luz com a energia solar?

Mulher sem luz

Ficar sem luz com o sistema fotovoltaico é uma realidade ou um mito? Vamos descobrir no post de hoje!

Hoje, vamos esclarecer uma dúvida muito comum entre as pessoas que estão pensando em investir em energia solar: em alguns momentos, é possível ficar sem luz, da mesma forma que ocorre com a energia elétrica convencional?

Para você entender esse assunto, vamos relembrar como ocorre a instalação e o funcionamento da energia solar. Acompanhe!

Ficar sem luz com energia solar – realidade ou não?

Bom, existem duas maneiras de ter energia solar em seu imóvel: através do sistema Off Grid e do sistema On Grid.

O sistema On Grid é o mais utilizado, por conta, principalmente, do preço. Nele, a energia solar é instalada em seu imóvel, mas também fica conectada à rede elétrica que abastece a sua cidade.

Então, na prática, funciona assim: nos períodos solares, a energia que é produzida além do que o imóvel gasta – ou seja, o excedente – abastece a rede elétrica, que, por sua vez, fornece a energia ao imóvel nos momentos em que as placas solares não produzem a energia (como nos dias nublados e durante a noite). Isso se chama sistema de compensação, o qual explicaremos em detalhes mais adiante.

Então, já que no sistema On Grid a energia solar se conecta à rede elétrica da sua região, podemos concluir que, sim, você vai ficar sem luz quando faltar energia.

Isso, porque, pelo sistema ter uma dependência da concessionária de eletricidade, ela não permite que a sua energia solar funcione de modo isolado quando falta energia – por conta de resoluções da ANEEL, que regulamentam exigências de conexão, devido à aspectos de segurança de operação da rede.

Entre essas exigências, está a chamada proteção contra o ilhamento. Em outras palavras, significa que o inversor utilizado deve ter um dispositivo de proteção anti ilhamento, que protege a rede da concessionária, evitando uma energização reversa – pois isso pode comprometer a segurança dos técnicos que farão o reparo no sistema para reestabelecer a eletricidade.

Mas aí você pode se perguntar: “Mas não tem como se livrar dessa dependência da concessionária?”. Tem sim, por meio do sistema Off Grid de energia solar. Nele, não ocorre o ligamento com a rede concessionária, e o excedente produzido é armazenado em uma bateria, impedindo o imóvel de ficar sem luz.

No entanto, nós indicamos o uso do sistema Off Grid apenas para áreas rurais remotas, onde não existe rede de energia elétrica – afinal de contas, investir em baterias encarece muito o sistema em imóveis urbanos, sem falar que permanecer conectado à rede da concessionária tem a vantagem do sistema de compensação de energia.

Nos últimos anos, tem havido uma evolução considerável de um sistema que une vantagens dos dois acima apresentados, os chamados sistemas híbridos. Nele, ocorre o ligamento com a rede da concessionária, no entanto, no momento de falta de energia na mesma, ele deixa de ser On Grid e se torna Off Grid, mantendo o local abastecido por energia proveniente dos módulos e componentes de armazenamento – as famosas baterias.

Como funciona o sistema de compensação de energia?

Já explicamos neste post sobre o sistema de compensação de energia, mas vamos relembrar. Você vai ver que ficar sem luz é um risco que se corre, mas existem vantagens que compensam manter a energia solar ligada à rede.

O sistema On Grid foi regulamentado pela ANEEL, em 2012, por conta da chamada Geração Distribuída, quando o consumidor deixa de ser apenas passivo (recebedor da eletricidade) e se transforma, também, em produtor de eletricidade, por meio da energia solar. Ele se torna, portanto, “prosumidor”, ou seja, um consumidor e, também, produtor.

Na prática, o sistema de compensação funciona assim:

  • o seu sistema solar produz eletricidade nos períodos de sol;
  • o excedente produzido vai para a rede da concessionária;
  • esses créditos são utilizados nos períodos de falta de incidência do sol, como nos dias nublados e durante a noite;
  • você pode utilizar esses créditos em até 60 meses, barateando a sua conta de energia.

Simples, não é mesmo? Você pode até ficar sem luz quando falhar a eletricidade na concessionária, mas os outros benefícios continuam compensando – e muito – o investimento em energia solar.

Para tirar outras dúvidas, selecionamos, agora, 10 perguntas sobre energia solar que são mais recorrentes entre nossos leitores. Até a próxima!

Carlos Bouhid
Diretor Administrativo da Dusol Engenharia Sustentável.

Compartilhe:

Posts Relacionados

Voltar ao topo