Blog da Dusol

24
jan

Como já vimos por aqui no blog, o valor do quilowatt-hora (kWh) vem subindo no Brasil, estando atualmente na faixa de R$ 0,75, sem levar em conta a bandeira tarifária vermelha patamar 2, fazendo com que o KWh custe valores acimas de R$ 0,80, ou R$ 5,00 a mais a cada 100 kWh consumidos.

Levando em conta que os custos da energia elétrica continuarão subindo (leia esse post para entender os motivos), a energia solar segue sendo um excelente investimento com retorno garantido, tanto para pessoas físicas quanto jurídicas.

Para você ter uma ideia, um sistema fotovoltaico que pode gerar uma economia média anual de cerca de 600 kWh, resultará em uma redução de R$ 480 por mês nas contas de energia. Ou seja, o ROI de energia solar é garantido a médio e longo prazo, dependendo da capacidade de produção a ser instalada e de outras variáveis.

Mas mesmo com tanta economia, em quanto tempo os consumidores conseguem recuperar o investimento na aquisição da energia solar? É o que veremos no post de hoje! Acompanhe.

O cálculo do ROI de energia solar

Em média, o ROI de energia solar varia entre 4 e 7 anos (podendo ser ainda menor em sistemas de grande porte), o tornando mais rentável do que muitos outros investimentos no mercado, principalmente por conta das recentes e sucessivas quedas na taxa de juros Selic.

De qualquer modo, você precisa entender que o cálculo de ROI de energia solar é individual, pois o tempo de retorno que uma pessoa ou empresa terá é diferente da outra. São muitas variáveis a serem levadas em consideração para chegar a um tempo estimado, tais como:

  • A tarifa de energia;
  • A inflação energética (a variação da taxa de energia);
  • O custo de oportunidade (comparando o ROI de energia solar aos demais investimentos do mercado financeiro);
  • Variáveis técnicas (potência do sistema, índice da radiação solar da região, área de telhado, orientação geográfica, instalação, etc.);
  • Ganho patrimonial (aumento no valor do imóvel após a instalação).

Diversos sites disponibilizam simuladores de energia solar. Você pode encontrar um completo pela página do Instituto Ideal, uma organização sem fins lucrativos com atividades voltadas para a promoção de energia solar no Brasil.

Exemplo de ROI de energia solar

Vamos supor que você tenha uma casa de alto padrão em um condomínio fechado, com 4 moradores, ar condicionado em todos os quartos e que o local também conte com aquecimento solar. O consumo mensal de energia gira em torno de 350 kWh por mês, o que significa uma conta mensal de cerca de R$ 270,00 – sem levar em consideração os meses mais quentes, quando o consumo aumenta.

Nesse caso, um sistema fotovoltaico que consiga produzir o equivalente de consumo de eletricidade, ou próximo disso, custaria entre R$ 14 mil e R$ 17 mil, e a economia mensal aproximada seria de R$ 210.

Se a economia mensal for de R$ 210, em 1 ano inteiro, a residência vai economizar R$ 2,5 mil. Isso significa que, caso o sistema fotovoltaico tenha custado R$ 14 mil, em apenas 5 anos os moradores já teriam o ROI de energia solar – a partir daí, a economia na energia seria converteria em lucro, ainda mais levando em conta que a vida útil do sistema gira em torno de 25 anos em sua eficiência máxima.

Então, resumindo: o tempo para recuperar o investimento em energia solar dependerá de uma série de fatores, principalmente em relação à capacidade de produção mensal instalada, mas ela é, sim, garantida.

Se você ficou com alguma dúvida sobre esse tema ou caso queira conversar sobre o tempo de ROI de energia solar que a sua casa ou empresa teria, nós, da Dusol Engenharia, podemos lhe ajudar. Entre em contato e até a próxima.

Comentários